Tratamentos

Odontopediatria

A odontopediatria é a área da odontologia que cuida da saúde bucal das crianças e adolescentes. A especialidade tem como objetivo o diagnóstico, a prevenção, o tratamento e o controle dos problemas de saúde bucal dos bebês e crianças. A criança e o adolescente devem receber acompanhamento e orientação sobre escovação e dietas, simultaneamente devem fazer o controle de placa bacteriana, aplicação tópica de flúor e selante.

Tratamento da dor (ATM)

A articulação temporomandibular é aquela que liga o maxilar inferior (mandíbula) ao osso temporal do crânio, localizado à frente das orelhas em cada lado da cabeça. Essa articulação é flexível, permitindo que você mastigue, fale e morda alimentos. Os músculos dessa articulação e aqueles em torno dela são responsáveis por controlar a posição e movimentos da mandíbula. As disfunções temporomandibulares são um grupo de condições que podem causar dor, dificuldade de abrir ou fechar a boca, zumbidos e podem ser decorrentes de problemas musculares, articulares ou como consequência de doenças sistêmicas. Marque uma consulta se você tem dor persistente no maxilar, ou se você não consegue abrir e fechar sua boca completamente.

Periodontia (Tratamento da Gengiva)

A periodontia estuda, faz o diagnóstico, a prevenção e o tratamento das doenças gengivais e periodontais. A doença periodontal é uma patologia inflamatória de origem bacteriana que afeta a gengiva, ossos e ligamentos periodontais, isto é, as fibras que fazem à ligação da raiz dentária com o osso. Sua evolução leva a perda óssea com conseqüente perda dos dentes. O agente causador da doença periodontal é a placa bacteriana que adere a superfície do dente, mas há casos em que são associados à má oclusão, fatores hormonais, próteses mal adaptadas, aparelhos de correção ortodôntica ou uso de medicamentos.

Endodontia (Tratamento de Canal)

A Endodontia é a área da odontologia responsável pela prevenção e tratamento das doenças da polpa do dente, mais conhecidos como “tratamento de canal”. A Endodontia também atua no tratamento clínico-terápico dos casos de necrose pulpar e suas possíveis complicações, como abscessos, cistos de pequeno e médio porte, entre outros. No tratamento Endodôntico é feita à remoção do tecido mole que se encontra na parte mais interna do dente e que recebe o nome de polpa. Ela pode estar sadia ou infectada, e ao ser removida é substituída por um material obturador. Um dos sintomas mais característicos é a dor espontânea, isto é, o dente começa a doer sem estímulo de forma latejante. Nesse caso a polpa ainda está viva, porém inflamada e o uso de analgésico não resolve. Quando há morte da polpa, a dor é bem localizada, provocando a sensação de “dente dilatado” e dor ao mastigar. Além disso, ao abaixar a cabeça, o indivíduo tem a sensação de que o dente “pesa”. Quando o tratamento endodôntico não é realizado, o paciente pode desenvolver uma lesão na região apical, na qual acarretará conseqüências mais sérias, tais como: dor intensa, inchaço, febre e bacteriemia (bactérias na corrente sangüínea). Nestes casos, a única solução é a exodontia, ou seja, a extração do dente.

Extrações dentárias

Antes de extrair um dente, seu dentista fará uma revisão completa no seu histórico médico e dentário e providenciará as radiografias necessárias. As radiografias revelam o comprimento, formato e posição do dente e osso adjacente. Com base nessas informações, seu dentista poderá avaliar o grau de dificuldade do procedimento e decidir se deverá encaminhá-lo para um especialista, no caso, um cirurgião-dentista. Antes da extração, a área em volta do dente será anestesiada. Os dentistas utilizam um anestésico local para amortecer a área da boca onde a extração ocorrerá. Na extração simples, uma vez que a área é anestesiada, o dente é descolado do osso com um tipo de alavanca, e então extraído com um fórceps dentário. Seu dentista também poderá suavizar e remodelar o osso que sustenta o dente. Terminada esta etapa, ele poderá optar por fechar a área com alguns pontos cirúrgicos.

Prevenção

A prevenção odontológica é muito importante para prevenir que novos problemas surjam e também ajuda aumentando a vida útil dos tratamentos bucais, que ao serem polidos e restaurados, demorarão para serem substituídos ou terem a necessidade de serem refeitos os tratamentos. Além da importância da manutenção, da limpeza, da aplicação de flúor e do tratamento de problemas que surgem no início, a prevenção consegue minimizar os danos, fazendo com que o paciente se recupere mais rápido dos tratamentos necessários. Com prevenção também se previne o câncer bucal, que, como outro qualquer outro, deve ser verificado periodicamente. A grande maioria dos problemas relacionados aos dentes podem ser evitados com uma escovação adequada, o uso do fio dental e o enxaguante bucal, que auxiliam no combate da placa e do tártaro. A prevenção é baseada na correta higienização dos dentes, na boa alimentação, no cuidado com o açúcar, no uso correto do flúor, usado para fortalecer os dentes e no acompanhamento semestral pelo dentista. Assim os cuidados dos dentes e gengivas serão intensos e será conservada a saúde e o bem estar do paciente.

Restauração

A restauração é uma forma de fazer com que o dente afetado pela cárie volte à sua forma e sua função normal. Quando o dentista faz uma restauração, ele primeiro remove a parte do dente que esta deteriorada, limpa a área atingida e então preenche a cavidade limpa com um material de restauração. Durante uma avaliação, seu dentista utilizará um pequeno espelho para examinar as superfícies de cada dente. Qualquer aspecto que pareça anormal será, então, minuciosamente examinado com instrumentos especiais. Seu dentista poderá também fazer uma tomada radiográfica completa da boca ou apenas parte dela. O tipo de tratamento que seu dentista irá escolher depende da extensão do dano causado pela cárie.

Próteses

As próteses dentárias têm duas funções básicas: corrigir a estética bucal diante da ausência de dentes e promover a reabilitação oral recuperando as funcionalidades da mastigação e da fala de pacientes que perderam um ou mais dentes, evitando assim danos à saúde e à autoestima.

Implantes

Os implantes dentários são parafusos, normalmente de titânio, que são inseridos no tecido ósseo para repor a raiz de dentes extraídos. Eles servem para fixar próteses que geralmente são feitas de porcelana, e ficam muito parecidas com os dentes naturais, substituindo-os quando são perdidos. Eles são indicados na ausência de um ou mais dentes, independente de como o paciente os perdeu. Os benefícios desse procedimento são muitos, como conforto na mastigação (já que as próteses não se movimentam), estética (extremamente similar ao dente natural) e a liberdade para sorrir.


Cirurgias

A Cirurgia Oral é a especialidade da Medicina Dentária responsável pelo diagnostico e tratamento cirurgico de patologias na cavidade oral. Os procedimentos mais frequentes são a exodontia (extracção) de dentes, incluindo a de dentes do siso, remoção de quistos e o tratamento de lesões periapicais (apicectomias).

Facetas de Porcelana

As facetas são uma opção menos invasiva que as coroas ou os aparelhos.Além dos benefícios estéticos, as facetas podem ser usadas para fechar espaços ou corrigir pequenos desalinhamentos. Os pacientes também escolhem facetas como uma solução cosmética para realçar o brilho dos dentes e reforçar o sorriso, corrigindo questões como descoloração, fraturas ou lascas.

Harmonização Facial com Botox e Preenchimento Facial

O uso do Botox é mais uma alternativa da Odontologia Estética, que visa atender às pessoas que buscam na harmonização facial um ganho estético mais amplo. Analisando todo o rosto, o tratamento propõe o bem estar do paciente. Ajustes delicados refletem um resultado refinado e harmônico. Outro procedimento estético que pode ser associado ao botox é o preenchimento facial. O preenchimento facial é um procedimento para embelezamento e reestruturação da pele envelhecida. O ácido hialurônico é uma das substâncias usadas para esta finalidade. Ele preenche rugas e sulcos, além de melhorar o contorno facial. Pode também ser utilizado para aumentar o volume dos lábios. A vantagem do preenchimento é que ele não é invasivo, e pode ser feito no consultório, sem necessidade de internação. Analisando o rosto como um todo, o cirurgião dentista pode ponderar com o paciente a respeito das melhores opções para se chegar a um resultado equilibrado e natural.

Clareamento

Dentes branquinhos e saudáveis são o sonho de consumo de muita gente, e graças aos procedimentos odontológicos, essa realidade não é mais tão distante quanto parece. Mais do que conseguir um sorriso perfeito, o clareamento interno realizado nos consultórios oferece mais saúde e confiança ao paciente

Bichectomia (Lipoaspiração de bochecha)

A Bichectomia nada mais é que um procedimento cirúrgico que reduz o tamanho das bochechas e deixa o rosto com um aspecto mais fino. Muitas mulheres tem recorrido da bichectomia nos últimos tempos para ficarem mais belas.

Lentes de Contato

As Lentes de Contato dentais é um tratamento estético sem desgaste e sem anestesia e o seu uso é indicado para pequenos ajustes nos dentes, que não necessitam de desgastes. Dentes com bordas desiguais, espaços e restaurações bicolores são bons candidatos e, por ser um tratamento rápido, é desejo de muita gente em busca do sorriso perfeito.

OFERECEMOS TODAS AS ESPECIALIDADES EM UM SÓ LUGAR. AGENDE SUA AVALIAÇÃO!

85 3086-3900

Blog

Últimas notícias sobre cuidados, saúde, fotos, histórias e idéias.